Projeto de Motor Stirling

R$14,50

  • Descrição

    Projeto de Motor Stirling

    (também conhecido como “Comedor de Fogo”).

    Tudo detalhado (materiais e especificações), furos, medidas, peças que serão usinadas, medidas em milímetros, etc. Projeto completo de fácil execução.

    Motor com válvula tipo pistão.

    Projeto em inglês, porém de facílimo entendimento pois se necessário traduzir via Google, são poucas palavras.

    Forma de envio: Download

    ………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………..

    Sobre os Motores Stirling

    Motor Stirling é uma máquina térmica de ciclo fechado. É referido também como motor a ar quente ou motor de gás quente, por utilizar os gases atmosféricos como fluido de trabalho. Obtém energia a partir de uma fonte externa de calor, que pode ser qualquer combustível (combustíveis fósseis, biocombustíveis, energia geotérmica, etc.), a luz solar ou até mesmo uma xícara de chá ou o calor emitido pela palma das mãos.

    Teoricamente, o motor Stirling é a máquina térmica com o mais elevado rendimento energético. Alguns protótipos construídos pela empresa holandesa Philips nas décadas de 1950 e 1960 chegaram a índices de 45%, superando facilmente os motores a gasolina, diesel e as máquinas a vapor (eficiência entre 20% e 35%).

    Hoje sua aplicação inclui, entre outras, geração de energia elétrica em sondas espaciais e em usinas solares de diversas capacidades.

    História

    Seu inventor foi o Pastor escocês Robert Stirling em 1816, auxiliado pelo seu irmão engenheiro.

    No início do século XIX, as máquinas a vapor explodiam com muita frequência, em função da baixa tecnologia metalúrgica do material aplicado nas caldeiras, que se rompiam quando submetidas à alta pressão.

    Sensibilizados com a dor das famílias dos operários mortos em acidentes, os irmãos Stirling procuraram conceber uma máquina mais segura.

    O objetivo inicial deles foi a substituição do motor a vapor, com o qual o motor Stirling tem grande semelhança estrutural e teórica.

    Esse tipo de motor apresenta diversas vantagens: é pouco poluente, pois a combustão é contínua, e não intermitente como nos motores Ciclo de Otto e Ciclo Diesel, permitindo uma queima mais completa e eficiente do combustível. Por isso é muito silencioso e apresenta baixa vibração (não há combustão). É verdadeiramente multi-combustível, pode utilizar praticamente qualquer fonte energética: gasolina, etanol, metanol, gás natural, óleo diesel, biogás, GLP, energia solar, calor geotérmico e outros. Basta gerar uma diferença de temperatura significativa entre a câmara quente e a câmara fria para produzir trabalho (quanto maior a diferença de temperatura, maior é a eficiência do processo e mais compacto o motor).

  • Avaliações (0)
    Adicionar Comentário